Torres Vedras

Agenda

Workshop de construção de instrumentos

Até 5 de junho | 10h30 às 12h30

Formação

Evento já ocorrido

Local: Igreja de Santiago, Torres Vedras
Destinatários: Estudantes de música, professores de música, músicos de bandas e músicos amadores.

Dinamizado pelo luthier Mário Estanislau, natural do concelho de Torres Vedras, consiste num momento de aprendizagem de algumas das técnicas de construção de instrumentos, filosofia de construção e materiais utilizados em instrumentos de sopros.

Info e inscrições: 261 320 760 | cultura@cm-tvedras.pt (nome, idade, localidade, contacto telefónico e experiência musical)


Atividade Gratuita


Lotação: 12

Pelo terceiro ano consecutivo, o Festival de Música Antiga de Torres Vedras apresenta-se novamente ao serviço da cultura e da comunidade torreense, dando a conhecer o importante património histórico do concelho.

Conscientes que vivemos tempos de grandes desafios, este festival é, sem duvida, um evento que traz energia positiva ao nosso quotidiano. Numa versão mais reduzida no que respeita ao número de concertos e atividades e respeitando todas as restrições e normas implementadas pela DGS, este festival sugere-nos, uma vez mais, uma autêntica viagem ao passado, numa deliciosa degustação de sonoridades, cores e texturas musicais, respeitando e revitalizando os espaços históricos onde se apresentam os concertos.

Torres Vedras, é dotada de um património impar, desde o litoral ao interior do concelho. Assim, nesta terceira edição, composta por três concertos e duas atividades pedagógicas, assistiremos a um compromisso e um diálogo bastante dinâmico entre o passado e o presente, dando a conhecer instrumentos tão distantes como a viola da gamba, o cravo ou a harpa ibérica.

Numa prática historicamente informada, todos os concertos serão comentados e contextualizados. Música de prestigiados compositores do barroco e do renascimento como J.S.Bach, Telemann, Purcell, John Dowland ou Sebastián Durón, assim como a de vários compositores ibéricos, vai fazer-se ecoar em alguns dos espaços históricos mais emblemáticos do concelho.

Respeitando a lotação permitida em cada espaço, será necessária a reserva de lugar e, por que este é um festival de "todos e para todos", os eventos serão transmitidos online.

Revitalizando património, divulgando práticas, instrumentos e compositores, que este seja um festival de convergências e um contributo para uma sociedade mais sensível, mais positiva e mais dinâmica. 

Daniel Oliveira, Diretor artístico



Última atualização: 28.04.2021 - 17:14 horas
voltar ao topo ↑