Torres Vedras

Escola Básica de Ramalhal

01.01.2019

Escola Básica de Ramalhal

O projeto para a Escola Básica de Ramalhal consiste num equipamento que irá acolher a educação pré-escolar e o 1º ciclo do ensino básico. O projeto destina-se a um terreno retangular delimitado pela Rua Ponte da Alagoa, a norte, e a Avenida 25 de Abril, a sul, num local que se assume como “charneira” entre uma zona urbana e uma zona predominantemente agrícola.

O acesso pedonal será feito pela entrada principal, seguido por uma área exterior coberta que garante a transição para o interior. Segue-se a entrada no edifício, cujo acesso a todos os núcleos funcionais pode ser feito a partir do átrio principal. Apresentando um amplo pé-direito, o átrio garante, desta forma, a unidade de todo o edifício.

A escola irá contar com seis salas de aula do 1º ciclo, com capacidade máxima para 156 alunos, e três salas de educação pré-escolar, com capacidade máxima para 75 alunos. Os espaços dos diferentes níveis de ensino serão divididos por um pátio, permitindo uma proximidade entre as várias salas que poderá potenciar a sua utilização mútua, consoante as necessidades verificadas em cada ano letivo. Sublinhe-se que a orientação da exposição solar de todas as salas será nascente ou poente.

Os espaços exteriores assumem-se como extensões naturais do edifício, que pretendem complementar a sua função pedagógica. A existência de recreios cobertos, um campo desportivo, um bosque, uma superfície topográfica – para subir, descer, escorregar e rebolar –, um muro – com altura máxima de 0,9 m, sendo permitido saltar –, um jogo de água – com fontes, canais e represas – e uma caixa de areia pretende contribuir para o desenvolvimento psicomotor dos alunos, inserindo-se num trabalho de parceria entre a Câmara Municipal de Torres Vedras e uma equipa liderada pelo professor catedrático Carlos Neto da Faculdade de Motricidade Humana no âmbito da conceção de espaços de recreio.

O acesso automóvel, para cargas e descargas, realiza-se no extremo norte, não existindo possibilidade de interferência com os fluxos dos restantes espaços exteriores da escola.

De forma a garantir o acesso à escola e a melhorar o sistema viário local, o projeto contempla ainda um arruamento de ligação entre a Rua Ponte da Alagoa e a Avenida 25 de Abril. De forma a dar resposta à afluência que se regista no início e no final do horário letivo, o espaço irá contar com uma faixa destinada à paragem temporária de veículos ligeiros e pesados.

Entre as faixas estará localizada uma zona de estacionamento, que será complementada por uma bolsa de estacionamento a norte do conjunto edificado, para apoio direto ao Pavilhão Desportivo. O acesso a este pavilhão será feito através do recreio coberto exterior mas também através da rua, possibilitando a utilização daquele espaço pela população sem causar interferência na rotina diária da escola.

Ao todo, a Escola Básica de Ramalhal irá apresentar 76 lugares de estacionamento.

 

Ao Pavilhão Desportivo e aos espaços de ensino irão juntar-se as seguintes valências:

  • 1 Sala polivalente
  • 1 Sala de Música ou de Tecnologias de Informação e Comunicação
  • 1 Sala de docentes
  • 1 Sala de não docentes
  • 2 Salas de trabalho e atendimento
  • 1 Biblioteca
  • 1 Refeitório
  • 1 Copa
  • Espaços de recreio coberto e descoberto

 

NÚMEROS

Custo total estimado (em fase de estudo prévio): 3.455.882 € (IVA incluído)

Projeto: Inplenitus, Arquitectura e Soluções, Lda

Data de início de empreitada: novembro de 2019

voltar ao topo ↑