Torres Vedras

Presidente

Laura Maria Jesus Rodrigues

Tem 62 anos, é natural de Torres Vedras e reside em Santa Cruz.

Mestre em Proteção Integrada e licenciada em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, dedicou 26 anos da sua vida profissional ao ensino, para o que se qualificou, nomeadamente, em Ciências da Educação e em Administração Escolar. Lecionou em escolas públicas, no Externato de Penafirme e na Escola Profissional Agrícola Fernando Barros Leal. 

Exerceu o cargo de Diretora Pedagógica da Escola Profissional Agrícola Fernando Barros Leal durante cerca de 13 anos.

Foi membro da Assembleia Municipal pelo Partido Socialista no mandato 2005-2009.

Integra o Executivo Municipal desde 2009, inicialmente com os pelouros de Educação e Atividade Física. Em outubro de 2017 assumiu, também, a área Financeira e a de Contratação Pública. Em dezembro de 2015 passou a assumir a vice-presidência da Câmara Municipal de Torres Vedras e a ser vogal do Conselho de Administração dos SMAS.

Construir o futuro

15.10.2021

Foi com muita honra, responsabilidade e esperança que assumi o cargo de presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, a 14 de outubro. A todos e a todas que confiaram na lista que encabecei deixo o meu agradecimento.

Ao longo dos próximos quatro anos não estarei sozinha, ao meu lado tenho uma equipa competente, que me acompanha, desafia e estimula, fundamental para a construção do futuro que ansiamos.

Durante a campanha eleitoral apresentámos propostas e estabelecemos compromissos. Vamos agora trabalhar para os concretizar.

Nestes quatro anos, vamos tornar Torres Vedras mais coesa e inclusiva, investindo de forma diferenciada nas freguesias mais interiores para fixar a população, sobretudo a mais jovem. Habitação, creches, escolas e itinerância cultural são as áreas em que já estamos a trabalhar para atingir esse objetivo.

A aposta na sustentabilidade e resiliência do território também será reforçada para mitigar o impacto das alterações climáticas e responder aos desafios da transição energética. O Plano de Ação para a Energia Sustentável e o Clima será posto em prática para atingirmos a meta da neutralidade carbónica em 2050.

A saúde da população continua a ser uma das nossas prioridades, com a construção de novas unidades de saúde; com a promoção do desporto informal e do desporto adaptado, como sempre temos feito; com o desenvolvimento do projeto para o antigo Sanatório do Barro; e, sobretudo, reivindicando condições no Hospital de Torres Vedras, e continuando a exigir a construção do Novo Hospital do Oeste numa localização que sirva os torrienses.

Somos já hoje um território de conhecimento, por isso, vamos continuar a aposta na educação em todos os níveis de ensino público. Continuaremos a modernização do parque escolar e a cooperação com as instituições de ensino superior, em particular com o IPL, construiremos residências universitárias no Centro Histórico da Cidade e teremos um espaço de estudo há muito ansiado pelos estudantes.

Tornar Torres Vedras mais competitiva e inovadora é uma das metas a atingir nos próximos anos, apostando na valorização dos nossos recursos e das nossas gentes. Para isso, será fundamental o papel da Agência Investir Torres Vedras e da marca Torres Vedras e a aposta na promoção turística com base no que é próprio deste território.

É por isso que, nestes quatro anos, vamos fazer também com que Torres Vedras seja mais criativa e única. Para isso, continuaremos a valorizar, reabilitar e restaurar o património cultural e paisagístico, como estamos já a fazer com o património de molinologia e com o ecossistema de artes que se está a instalar no Centro de Artes e Criatividade.

 Orgulhamo-nos muito de tudo o que conquistámos ao longo dos últimos anos, mas continuaremos a trabalhar para construir um futuro melhor para Torres Vedras, todos os dias.

voltar ao topo ↑