Torres Vedras

Torres Vedras foi a Villenave d’Ornon celebrar 25 anos de geminação

10.12.2018

Torres Vedras foi a Villenave d’Ornon celebrar 25 anos de geminação

Uma comitiva de Torres Vedras esteve de visita a Villenave d’Ornon, cidade francesa da área metropolitana de Bordéus, entre 7 e 9 de dezembro. A visita realizou-se no âmbito das comemorações do 25º aniversário da geminação entre as duas cidades, cuja génese da relação se encontra na vinha e no vinho.

No dia de chegada à cidade francesa, a comitiva foi recebida por Patrick Pujol, presidente da Câmara Municipal de Villenave d’Ornon, no edifício da Câmara Municipal, onde se encontra patente uma exposição alusiva aos 25 anos desta geminação. O Instituto Nacional de Investigação da Vinha e do Vinho, diferentes cenários de produção de vinho e o Museu Cité du Vin foram alguns dos locais visitados ao longo dos três dias.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, liderou uma comitiva que contou com Carlos Miguel, secretário de Estado das Autarquias Locais e anterior presidente da Câmara Municipal, José Augusto Carvalho, presidente da Assembleia Municipal e presidente da Câmara Municipal à data da assinatura do tratado de geminação, vereadores, membros da Assembleia Municipal, representantes das juntas de freguesia do concelho e de municípios da Oeste CIM, Rosália Duarte, presidente da Associação de Intercâmbio Municipal – ASSIM, José Arruda, presidente da Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Carlos João Pereira da Fonseca, vice presidente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa, produtores e organizações ligadas ao mundo vitivinícola e representantes da comunicação social local.

“Estamos certos de que iremos continuar a trabalhar em conjunto para fortalecer as relações entre estes dois territórios na vertente educativa, cultural e económica” sublinhou Carlos Bernardes durante o jantar oficial de comemoração do aniversário, que contou com a presença de Marcelo Mathias, Cônsul Geral de Portugal em Bordéus. Já José Augusto Carvalho afirmou que “a sociedade é tanto mais pacífica, harmoniosa e próspera quanto mais comunidades existirem no seu seio”, complementando que Torres Vedras e Villenave d’Ornon são um caso em que “todos necessitamos uns dos outros e onde as nossas diferenças não nos separam, antes nos abrem novos horizontes.”

Na ocasião, Rosália Duarte destacou o papel das famílias de acolhimento, reforçando que se trata de um contributo para “concretizar o grande objetivo da Geminação, ou seja, criar laços, elos de amizade, de união e de solidariedade entre os povos.”

As comemorações dos 25 anos de geminação entre Torres Vedras e Villenave d’Ornon tiveram início em novembro do ano passado, com uma comitiva da cidade francesa a integrar um programa de atividades que decorreu em Torres Vedras.

Sublinhe-se que esta visita decorreu no ano em que Torres Vedras e Alenquer são "Cidade Europeia do Vinho 2018", distinção atribuída pela Rede Europeia das Cidades do Vinho - RECEVIN que pretende divulgar e promover a vinha e o vinho da região, assim como projetar a sua oferta enoturística.


Última atualização: 17.12.2018 - 12:28 horas
voltar ao topo ↑