Torres Vedras

Segundo polo do projeto "EcoCampus" foi inaugurado

08.05.2018

A antiga escola primária do Casal Barbas é agora um polo do projeto empresarial municipal EcoCampus.

Esse espaço acolhe a empresa Aquaponics Iberia, especializada na produção de peixes e vegetais de forma sustentável e em simbiose e também em consultadoria, projetos e formação na área da aquaponia.

A inauguração deste novo espaço aconteceu na tarde do dia 6 de maio.   

Na ocasião João Cotter, um dos sócios desta empresa, explicou o conceito de aquaponia (um sistema de produção de alimentos que combina a aquacultura com a hidroponia), realçando a recetividade singular que o Município revelou ao projeto da mesma e revelando também a intenção de criar em Torres Vedras um grande espaço dedicado àquela atividade, o qual se pretende replicar em outras cidades europeias. De resto, a Aquaponics Iberia exerce atualmente a sua atividade em vários locais do país, tendo já sido responsável pela formação de mais de duas mil pessoas. Atingir 15 dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas é objetivo desta empresa. João Cotter salientou ainda na ocasião a atual tendência dos consumidores para adquirirem cada vez mais alimentos de produção sustentável (o que passa, por exemplo, pela utilização de fertilizantes naturais, o não uso de pesticidas, a racionalização na utilização de água e a limitação no uso de antibióticos), o que torna tanto mais premente o projeto da sua empresa.

A iniciar a sessão, Jorge Dias, responsável do projeto Ecocampus, salientara o facto da Aquaponics ter sido a única start up portuguesa presente na mais recente edição da Web Summit. Fomentar a Economia Verde e a Circular para a geração de novos negócios, atrair capital humano com talento e fomentar a sustentabilidade e o desenvolvimento ambiental são, segundo Jorge Dias, objetivos do Ecocampus que já contava com um primeiro polo situado na Cadriceira, onde funciona a associação Florest. A breve prazo este projeto contará com mais um polo, localizado na antiga escola primária do Figueiredo, onde já esteve situada a sede da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira.

Já o presidente da Junta da Freguesia do Turcifal enalteceu o facto da iniciativa dar uma segunda vida a um edifício que se encontrava desativado, e que era, de resto, a única escola primária encerrada na freguesia sem ocupação, afirmando que faz todo o sentido a utilização do mesmo por uma entidade que desenvolve o seu trabalho na área da sustentabilidade, tendo em conta a respetiva localização. Segundo João Carlos Caldeira, as visitas de estudo, os workshops e a interação com a comunidade a realizar no reabilitado espaço darão uma nova vida à localidade e à Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e da Archeira. Relativamente também ao futuro, o presidente da junta da freguesia local mostrou-se convicto de que se encontrarão utilizações para as escolas primárias da freguesia que serão desativadas com a entrada em funcionamento do Centro Educativo do Turcifal.

Por fim, usou da palavra o presidente da Câmara Municipal, que realçou a dimensão de memória que representa para a comunidade local a antiga escola primária do Casal Barbas, que tem agora uma nova vida. Com a dinamização do EcoCampus, Carlos Bernardes afirma que se trará mais conhecimento, emprego e riqueza para a Área da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e da Archeira, esperando que atrás dos respetivos projetos outros venham para esta zona do concelho. O presidente da Câmara Municipal aproveitou a ocasião para reafirmar que a entidade que dirige continuará a apoiar as mais de 10 mil empresas do concelho, um “ecossistema complexo e diversificado”, contribuindo para que as pessoas se sintam bem e sejam felizes no território do concelho.

Recorde-se que o EcoCampus constitui-se como a primeira plataforma internacional de Incubação Empreendedora para a Economia Verde 4.0 em Portugal, a qual conta com a intervenção e apoio diretos de reconhecidas universidades e pólos de conhecimento nacionais e internacionais.

Agarrar no melhor que Torres Vedras possui e desenvolver e tornar este conceito num pilar de transformação económica para a Economia Verde é a ideia base do EcoCampus.