Torres Vedras

Primeiro-ministro inaugurou a "Feira de S. Pedro"

30.06.2017

A secular Feira de S. Pedro, uma das maiores feiras generalistas do país, foi ontem, dia do seu patrono, 29 de junho, inaugurada com a presença do primeiro-ministro.

António Costa, que chegou ao certame ao som da música da banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, recebeu na ocasião a Medalha da Cidade, “pelo trabalho desenvolvido em prol do nosso país”, segundo justificou o presidente da Câmara Municipal. A última vez que um primeiro-ministro visitara a Feira de S. Pedro fora em 1983, na altura o mais tarde presidente da República e recentemente falecido, Mário Soares.

No seu discurso Carlos Bernardes aproveitou para sensibilizar o líder do governo para a execução de alguns projetos de interesse para o concelho como a eletrificação da Linha do Oeste, a construção do IC11 e as obras de requalificação do Hospital de Torres Vedras, para além de ter apelado para a resolução do problema da inexistência de médicos de família para cerca de 18 mil munícipes.

Frisou também o empenho do Município em criar “políticas ativas de criação de riqueza e emprego”, tendo enaltecido “a visão do atual governo na proposta do Orçamento de Estado de 2017 que facultou aos municípios a possibilidade de isenção de IMI e IMT para investimentos estratégicos”, como “algo extremamente importante”, sendo Torres Vedras um “dos primeiros municípios a adotar tais medidas, aprovadas na passada semana pela Assembleia Municipal, visando a relocalização de empresas, ampliação de empresas e atração de novas empresas”.

O presidente da Câmara Municipal deixou ainda um agradecimento ao governo “pela forma como tem agido nas políticas de proximidade com as autarquias locais”, tendo recordado que “neste ano e meio já passaram por Torres Vedras 5 ministros e 11 secretários de estado, sinónimos da dinâmica do território e da relação de proximidade existente”.

De referir a esse propósito que o secretário de estado das Autarquias Locais, o torriense Carlos Miguel, também marcou presença na inauguração da Feira de S. Pedro.

Carlos Bernardes referiu ainda no seu discurso o número recorde de expositores atingido este ano no evento: 369. Ocupando uma área de 4 hectares, a Feira de S. Pedro decorrerá até 9 de julho no Parque Regional de Exposições, proporcionando áreas de exposição de empresas e outras entidades, uma zona de feirantes tradicionais, uma zona de restauração, uma zona de tasquinhas, uma zona de divertimentos e um vasto programa de animação.

Ainda na cerimónia inaugural da feira foi apresentado o portal Investir-tvedras.pt, destinado a todos os interessados em realizar investimentos no concelho, e que congrega os conteúdos de um conjunto de portais já existentes (do Torres Inov-e, do Ecocampus, do Ecomar, do LabCenter e da Feira Rural).

Também nesse ato foram condecoradas quatro empresas “pela fidelidade e esforço na sua presença na Feira de São Pedro durante décadas”: Toitorres, Tomix,  Joper e A Horta.

Recorde-se que a Feira de S. Pedro, o maior certame agroindustrial da região, que recebe todos os anos mais de 200 mil visitas, e completa, em 2017, 724 anos, é uma demonstração do tecido económico do Oeste e da sua vitalidade. Este ano constitui-se como um eco-evento, fruto de uma parceria com a Valorsul e o Grupo de Escuteiros 129 (de Torres Vedras).

Visite-a!