Torres Vedras

Plano Municipal de Integração de Migrantes continua a ser desenvolvido

22.12.2022

Imagem de formandos que concluíram o curso de Português (como Língua de Acolhimento)


No âmbito do Plano Municipal de Integração de Migrantes (PMIM) foi desenvolvido recentemente um conjunto de ações.

Uma destas ações foi um curso de Português (como Língua de Acolhimento), o qual decorreu de março a novembro na sede da Junta de Freguesia da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira. Tendo contado com um total de 30 inscritos, essa formação foi concluída na íntegra por 12 participantes. As nacionalidades nepalesa, ucraniana e indiana foram as mais representadas neste curso, que teve uma duração de 150 horas e foi certificado pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT). Promover a capacidade de expressão e compreensão da língua portuguesa junto dos migrantes do Concelho, tendo em vista facilitar a sua integração social, profissional e cívica na sociedade portuguesa, foi o objetivo deste curso, que contou com a parceria da Dianova.





Já no dia 1 de dezembro, igualmente no âmbito do PMIM, foi concretizada, na Rua do Parque Regional de Exposições, em Torres Vedras, a pintura de um mural. Integrada no projeto de fomento à produção artística e criativa “A Arte de Integrar”, esta ação, no decorrer da qual se promoveu a partilha intercultural e a liberdade criativa de cada participante, consistiu na execução de uma pintura coletiva alusiva à integração de migrantes no Concelho. Migrantes e outros elementos da comunidade participaram nesta iniciativa, na qual as nacionalidades mais representadas foram a brasileira e a nepalesa.





Mais recentemente, no dia 12 de dezembro, também no âmbito do PMIM, teve lugar, em formato online, uma formação para profissionais de saúde, subordinada à temática “Acesso dos Migrantes à Saúde”. Sensibilizar e informar sobre as várias dimensões que integram o fenómeno do acesso à saúde por parte das comunidades migrantes em Portugal foi o objetivo desta formação, que contou com 20 participantes, nomeadamente de profissionais de farmácias do Concelho (Farmácia Torreense, Farmácia Hortas da Silva, Farmácia Santo António e Farmácia Simões/Quintela), de profissionais de entidades de saúde públicas (Centro de Saúde de Torres Vedras e unidades de Peniche, Caldas da Rainha e Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste) e de profissionais de hospitais particulares de Torres Vedras (Hospital CUF e Hospital SOERAD).

De recordar que as ações que integram o PMIM são financiadas em 75% pelo FAMI (Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração) e em 25% pelo Município.

Última atualização: 26.12.2022 - 10:41 horas
voltar ao topo ↑