Torres Vedras

"Património e Natureza" em mais umas Jornadas Europeias no concelho...

27.09.2017

O Município voltou, em 2017, a associar-se às Jornadas Europeias do Património.

A primeira atividade nesse âmbito realizou-se no dia 22 de setembro quando duas turmas da Escola Básica da Conquinha participaram numa vindima realizada numa vinha particular situada nos Arneiros, executando a respetiva pisa da uva. Essa ação incluiu ainda um encontro intergeracional com idosos do Centro Social de São José, os quais assistiram à pisa da uva e explicaram as técnicas e os diversos instrumentos utilizados nesta atividade. Por fim, as 40 crianças e 8 adultos participantes na ação visitaram a Adega de São Mamede da Ventosa, onde ficaram a conhecer o processo de transformação da uva em vinho.

No dia seguinte, a freguesia de Dois Portos acolheu o evento (A)riscar o Património, realizado no concelho no âmbito de uma parceria da Câmara Municipal com a Cooperativa de Comunicação e Cultura. 43 desenhadores passaram pela Quinta da Folgorosa e o Santuário de Nossa Senhora dos Milagres no dia 23 de setembro, tendo neste primeiro local sido inclusivamente proporcionada uma prova de vinhos. Depois de um almoço oferecido pela Associação de Socorros da Freguesia de Dois Portos, os participantes dirigiram-se para aquele santuário, tendo no final da atividade sido presenteados com um lanche oferecido pela comissão de festas do mesmo.

De referir que o concelho foi um dos 12 locais do país que acolheu a atividade (A)riscar o Património – Heritage Sketching, na sequência do sucesso verificado no mesmo nas edições anteriores. Este encontro nacional de desenho é, recorde-se, organizado pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) em parceria com a Associação Urban Sketchers Portugal.

No dia seguinte, as Jornadas Europeias do Património prosseguiram no concelho com um passeio pelo vale do Sizandro.

Organizada pela Câmara Municipal em parceria com o Fórum das Associações Culturais de Torres Vedras (Académico de Torres Vedras, Associação para a Defesa e Divulgação do Património de Torres Vedras e Espeleo Clube de Torres Vedras), esta atividade, que contou com 42 participantes, teve início e fim no Museu Municipal Leonel Trindade, e passou por locais como a Fonte Nova, Quinta de Santo António, Moinho do Gaio, Azenha da Boiaca, Cabaço e Forno de Cal, Termas dos Cucos e Chafariz dos Canos.

De referir que “Património e Natureza” foi este ano o tema das Jornadas Europeias do Património, tendo com o mesmo se pretendido chamar a atenção para a importância da relação entre as pessoas, as comunidades, os lugares e a sua História, mostrando como o património e a natureza se cruzam nas suas diferentes expressões - mais urbanas ou mais rurais - e sensibilizando para a necessidade de preservar e valorizar esta relação, fundamental para a qualidade de vida, para a qualificação do território e para o reforço de identidades.