Torres Vedras

Obras da unidade de saúde da Ventosa estão no seu términus

04.07.2019

As obras de requalificação da unidade de cuidados de saúde da Ventosa estão na sua fase final.

Estas receberam ontem, dia 3 de julho, uma visita de uma comitiva constituída por elementos do executivo e técnicos da Câmara Municipal, da ARS (Administração Regional de Saúde) e da comunicação social, tendo na ocasião o presidente da Câmara Municipal revelado que as mesmas deverão estar concluídas em agosto.

Carlos Bernardes destacou nesta visita a importância da intervenção para a comunidade local, realçando igualmente a componente de reabilitação de edificado que a mesma constitui.

Nuno Venade, vogal do conselho de administração da ARS, por seu lado, mostrou regozijo pela boa notícia que representa o anúncio do términus da obra, tendo sublinhado a importância desta não apenas para a população, mas também para os profissionais de saúde que passam a ter na Ventosa melhores condições de trabalho.

De seguida a responsável pelo projeto de arquitetura desta intervenção, Carla Duarte, realizou uma visita guiada à mesma, mediante a qual se pretende implementar um programa funcional para Unidades de Saúde ‐ Cuidados de Saúde Primários, correspondente a uma unidade do Tipo 1, segundo os requisitos do Ministério da Saúde.

Recorde-se que anteriormente a unidade de saúde da Ventosa funcionava unicamente no piso térreo do respetivo edifício, sendo que o primeiro e segundo pisos estavam afetos às instalações da Junta da Freguesia. A intervenção é assim dirigida ao edifício na sua totalidade, de forma a este ficar unicamente afeto à unidade de saúde, o que implica não apenas a sua reabilitação, tendo em conta o seu anterior estado de alguma deterioração e de desadequação em termos de funcionalidade e desempenho, mas também a sua ampliação.

A unidade de cuidados de saúde da Ventosa será assim futuramente constituída por um conjunto mais vasto de espaços, nomeadamente: sala de espera com espaço infantil, espaço de atendimento e secretariado clínico, gabinete de consulta médica, gabinete de consulta de Saúde da Mulher/Planeamento Familiar, gabinete de enfermagem, salas de tratamentos (pensos e injetáveis), sala de movimento/fisioterapia, sala de reuniões, sala de direção, sala de pessoal, vestiários, arquivo, sala de apoio informático e depósitos de material e de resíduos. 

Esta obra integra‐se no objetivo de modernização e consolidação dos serviços de saúde de proximidade, e simultaneamente, no de reduzir as desigualdades ao nível da capacidade assistencial na rede pública de cuidados primários de saúde.

Mais de 5 mil munícipes serão abrangidos por este equipamento de saúde, que permitirá que todos os residentes na freguesia da Ventosa tenham médico de família (atualmente mais de metade não possuem).

Pretende-se ainda que esta unidade possa integrar, num futuro próximo, uma unidade de saúde familiar em conjunto com as unidades de saúde de São Pedro da Cadeira e da Freiria.

As obras de requalificação da unidade de saúde da Ventosa representam um investimento de 644.032,17€ (cofinanciado em 543.013,41€ pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

De referir ainda que a Junta da Freguesia da Ventosa funciona agora no edifício da antiga escola primária da Moçafaneira, o qual também será alvo no futuro de obras de requalificação e ampliação.

voltar ao topo ↑