Torres Vedras

Município tem continuado a promover iniciativas para a comunidade imigrante

02.12.2013

O projeto Família do Lado não passou ao lado do concelho.

Criada em 2004 na República Checa, esta iniciativa consiste no acolhimento de uma família estrangeira por parte de uma família autóctone, ou vice-versa, para um almoço-convívio, típico da respetiva cultura, sem que ambas se conheçam previamente, o que se constitui como uma forma de acolhimento do “Outro”. Este ano a iniciativa teve lugar no dia 24 de novembro em vários países da Europa que se associaram à mesma. No concelho realizaram-se dois almoços, um em Torres Vedras e outro no Sobreiro do Curvo, os quais envolveram cidadãos da Moldávia e do Brasil. O projeto Família do Lado, que visa contribuir para uma integração mais efetiva dos imigrantes, reforçando as relações sociais e promovendo a diversidade cultural, conta em Portugal com o apoio do Fundo Europeu para a Integração de Nacionais de Países Terceiros e é desenvolvido em parceria com a Rede de Centros Locais de Apoio à Integração de Imigrantes.  

Para além desta atividade, o Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes (CLAII) promoveu recentemente um curso de arte-mediação para promoção da interculturalidade, em parceria com o seu congénere da Lourinhã. Esta iniciativa, que decorreu no Edifício dos Paços do Concelho nos meses de outubro e novembro, e contou também com o financiamento do referido fundo europeu, pretendeu estimular o diálogo e a troca de experiências entre profissionais dedicados à pedagogia, arte e cultura, numa reflexão conjunta de como estas áreas podem instigar a interculturalidade.

Ainda no âmbito das atividades do CLAII, refira-se que o mesmo promoveu uma campanha de recenseamento eleitoral dirigida a imigrantes; e em abril e maio um curso de promoção do empreendedorismo junto da comunidade imigrante.

voltar ao topo ↑