Torres Vedras

15 anos de “Atitude Positiva”

30.12.2019

O projeto “Atitude Positiva”, promovido pelo Académico de Torres Vedras, completou, em 2019, 15 anos de implementação, com um balanço bastante positivo, dado o sucesso que o seu trabalho tem granjeado junto de alunos, pais, encarregados de educação, auxiliares de ação educativa e professores.

Ao longo desses 15 anos foi visível a grande força e vontade de crescimento sustentável do projeto, atestável pelo facto de se ter iniciado com apenas um psicólogo e contar, neste momento, com uma equipa de já sete psicólogos; ter começado com um programa de desenvolvimento de competências socioemocionais direcionado para o 3.º ciclo do ensino básico e presentemente contar com cinco programas com efetividade comprovada em revistas científicas da especialidade; apresentar atualmente três programas de aprendizagem socioemocional (destinados a alunos do 4.º ano de escolaridade, bem como dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico); abranger neste momento dois programas de apoio ao ajustamento escolar na transição (“Transição Positiva” do 1.º para o 2.º ciclo do ensino básico e “Transição3”, do 2.º para o 3.º ciclo do ensino básico); e também atualmente desenvolver um programa de promoção da Igualdade de Género. Para além destes programas, também foram desenvolvidos, ao longo destes anos, no âmbito do “Atitude Positiva”, um conjunto de programas destinados a promover uma alimentação positiva junto de alunos do 1.º ciclo do ensino básico, bem como um vasto conjunto de formações para encarregados de educação e assistentes operacionais e de ações de informação e sensibilização para alunos.

A manutenção e crescimento do projeto tem tido o apoio financeiro e institucional da Câmara Municipal de Torres Vedras. Desde 2018, o mesmo passou a integrar o Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar, o qual é cofinanciado pela Comunidade Intermunicipal do Oeste por intermédio do Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, mediante o Fundo Social Europeu. Este financiamento será renovado até 31/08/2022.

Paralelamente, nos últimos dois anos foi possível expandir o “Atitude Positiva” para o concelho do Cadaval, bem como obter financiamentos de outras entidades como da Fundação Calouste Gulbenkian, para o programa “Escolhas”. Atualmente o “Atitude Positiva” abrange anualmente 2.500 alunos nos concelhos de Torres Vedras e do Cadaval, mais de 1.400 em programas de longa duração (mais de 3 meses).

De referir que, desde cedo, o projeto investiu numa lógica de análise e divulgação dos seus resultados, de eficácia e efetividade das suas intervenções, o que levou à sua participação em mais de duas dezenas de congressos e conferências nacionais e internacionais; à publicação de mais de 25 artigos em revistas científicas da sua especialidade, nos quais foi divulgado; e a convites para a elaboração de capítulos para publicações de referência nacional na respetiva área. 

Todo este reconhecimento tem contribuído para o crescimento do projeto, sendo que, este ano, foi escolhido pela Fundação Gulbenkian como uma das quatro metodologias de referência na área da promoção das competências sociais e emocionais. Nessa sequência, esta fundação abriu um concurso para financiar entidades que o quisessem replicar, tendo sido para o efeito selecionadas cinco entidades. Neste momento os técnicos dessas entidades já foram formados e iniciaram a disseminação da metodologia "Atitude Positiva" por vários pontos do país, nomeadamente Lisboa, Setúbal, Pombal, Vizela, Faro e Funchal.

voltar ao topo ↑