Torres Vedras

Arte ao Centro

Arte ao Centro

O Arte ao Centro é um evento cultural que tem como principais objetivos a dinamização do centro histórico da cidade e a valorização e promoção do património, através de um conjunto de atividades artísticas. Este ano, tal como acontecera nas últimas edições, as atividades estendem-se às freguesias rurais, dando a conhecer aos participantes, o seu património e as suas paisagens. Permite ainda a igualdade de oportunidades a todos os habitantes do município, possibilitando-lhes o contacto e a participação neste tipo de iniciativas. 

As actividades previstas prevêem o intercâmbio cultural entre participantes, população e comerciantes locais, artistas convidados e artistas locais, crianças e adultos.

Arte ao Centro 2018 apresenta, a par das edições anteriores, um programa bastante ambicioso:

  • Exposição do Coletivo Brasil 2018;
  • Exposição Individual de Atalie Rodrigues Alves;
  • Oficinas artísticas com elementos do Coletivo Brasil 2028;
  • Residências artísticas com 2 elementos do Coletivo Brasil;
  • 4º Encontro Internacional de Desenho de Rua 

PROGRAMA GERAL


26 outubro | sexta-feira

09h00 às 18h00
Encontro Internacional de Desenho de Rua

19h00 
Inauguração da Exposição do Coletivo Brasil
Local: Sala 3, Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras
Inauguração da Exposição Individual da Atalie Rodrigues Alves
Local: Biblioteca Municipal de Torres Vedras

27 outubro | sábado

09h00 às 18h00 
4º Encontro Internacional de Desenho de Rua

28 outubro | domingo

09h00 às 18h00 
4º Encontro Internacional de Desenho de Rua

29 outubro | segunda-feira

10h00 às 12h30 
Oficina com Domingos Guimarães - Construção de cadernos e desenhos
Público alvo: M/14 - público escolar
Local: Espaço Cultural Porta5

30 outubro | terça-feira

10h00 às 12h30 
Oficina com Ivo Indiano - Gravura em Metal
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 16h30
Oficina com Domingos Guimarães - Construção de cadernos e desenhos
Público alvo: M/14 - público escolar
Local: Espaço Cultural Porta5

31 outubro | quarta-feira

10h00 às 12h30 
Oficina com Domingos Guimarães - Construção de cadernos e desenhos
Público alvo: M/14 - público escolar
Local: Espaço Cultural Porta5

2 novembro | sexta-feira

10h00 às 12h30 
Oficina com Ivo Indiano - Gravura em Metal
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 16h30
Oficina com Domingos Guimarães - Construção de cadernos e desenhos
Público alvo: M/14 - público escolar 
Local: Espaço Cultura Porta5

3 novembro | sábado

10h00 às 12h30
Oficina com Domingos Guimarães - Construção de cadernos e desenhos
Público alvo: M/14
Local: Espaço Cultural Porta5

5 novembro | segunda-feira

10h30 às 12h30 
Oficina Cláudia Colagrande - Atenção plena, expressão espontânea
Público alvo: Utentes do Gabinete Apoio à Deficiência Visual
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 16h30 
Oficina com Cláudia Colagrande - ECOARTE
Público alvo: Utentes da APECI
Local: Espaço Cultural Porta5

6 novembro | terça-feira

09h00 às 13h00 
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 17h00
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Público alvo: séniores
Local: Espaço Cultural Porta5

7 novembro | quarta-feira

10h30 às 12h30 
Oficina Cláudia Colagrande - Orfismo - expressão através da música
Público alvo: Utentes do Gabinete de Apoio à Deficiência Visual
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 16h30
Oficina com Cláudia Colagrande - Água
Público alvo: Utentes da APECI
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 17h00
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Público alvo: Séniores
Local: Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

8 novembro | quinta-feira

09h00 às 13h00 
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 17h00
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Público alvo: séniores
Local: Espaço Cultural Porta5

9 novembro | sexta-feira

10h30 às 12h30
Oficina Cláudia Colagrande - Desenhos Tácteis
Público alvo: Utentes do Gabinete Apoio à Deficiência Visual
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 16h30
Oficina com Cláudia Colagrande - Terra
Público alvo: Utentes da APECI
Local: Espaço Cultural Porta5
14h00 às 17h00 
Oficina com Pedro Cury - Oficina de Bordados
Público alvo: Séniores
Local: Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

10 novembro | sábado

10h00 às 13h00
Oficina Cláudia Colagrande - Ela aos 50
Público alvo: Mulheres com mais de 50 anos
Local: Espaço Cultural Porta5

                           

Residências Artísticas

Residência Artística de Atalie Rodrigues Alves - 29 de outubro a 3 de novembro
Técnicas de recolha de aguarela e diário gráfico.
A artista irá captar através do desenho de observação "in loco" detalhes da arquitetura do centro histórico da cidade de Torres Vedras.

Residência Artística de Adriana Amaral - 5 a 10 de novembro
Área da Fotografia

Para quem não pertence ao mundo lusófono, a saudade é um enigma.
O sentimento que ela nomeia parece ser exclusivo de quem fala a língua portuguesa, sem equivalente possível nas outras línguas.  Um sentimento,  um modo de se relacionar com o espaço, com o tempo e com os outros que constrói uma identidade particular e se torna marco reivindicado de uma cultura.

Augustin de Tugny - Saudade 

"Vou sentir saudade....esse foi o primeiro pensamento que tive, ao receber o convite do Lauro Monteiro para a Residência Artística em Torres Vedras.

Saudade é um fonema da língua portuguesa, tão típica de uma experiência intraduzível e portanto não frequente em outros idiomas que resolvem adotar o termo nostalgia ou outros fonemas, que não conseguem encontrar tradução para a palavra.

Partindo da palavra saudade, gostaria na residência de dar continuidade há dois trabalhos que tenho desenvolvido onde a palavra saudade está implícita: O que você guarda tão bem guardado que até esquece de que tem, 2013,  e Daqui onde estou já fui embora, 2017-2018. 

Minha proposta é conversar com 16 pessoas de idades (8 para cada trabalho), etnias, classe social e gênero diferentes, sobre cada trabalho e fotografar no caso do trabalho O que você guarda tão bem guardado que até esquece de que tem, um objeto e no Daqui onde estou já fui embora um lugar sendo que esse lugar deixa de ser abstrato, tendo como resultado imagens carregadas de força. Com essa conversa entre eu e a pessoa faço uma triangulação entre eu e ela, ela e seu objeto e o objeto dela e eu, no caso do trabalho O que você guarda tão bem guardado que até esquece de que tem, o mesmo ocorrendo com o Daqui onde estou já fui embora. No final do trabalho quando for realizar a exposição individual  em 2019,  no âmbito do Arte ao Centro presentearei cada pessoa com uma fotografia do que ela me doou."

Adriana Amaral

 

Info: 261 320 749 ou cultura@cm-tvedras.pt

Próximas datas:

voltar ao topo ↑