Torres Vedras

Agenda

Photini Meletiadis (DE) | Tao

Dança / Performance

Até 31 de agosto | 18h30 às 19h00

Dança

Evento já ocorrido

Local: Praça Dr. Alberto Manuel Avelino, Torres Vedras
Destinatários: M/6

Esta atividade integra o programa Festival Novas Invasões

Uma peça de dança que explora as constantes da transformação. 

No TAO, a espiral destra é um sinal de criação. De um dado ponto, a luz (igual a toda a existência) espalha-se para o exterior / para o fora. O símbolo do TAO (Dào): Yin Yang é uma espiral. A espiral constitui-se símbolo da mudança, da leveza e da ordem interna de todo ser. O caminho da espiral é o caminho que se realiza para o interior e, novamente, para o exterior. 

A espiral esquerdina é um sinal de retorno à unidade, porque do lado de fora, o caminho tende a fazer-se na direção do si mesmo, representando a conversão interior do homem e a sua renovação espiritual e física.
Podemos encontrar a forma da espiral em toda a natureza: universo, caracóis, conchas, plantas, árvores ou teias de aranha. Também, o nosso ADN é organizado em espiral. A espiral manifesta-se como símbolo do nascimento, da vida e da morte. A trindade, pai, mãe e filho / corpo, mente e alma - o poder criativo perfeito do Universo. 

Nesta performance, as plantas serão utilizadas para definir diferentes formas nesse espaço que a intérprete habita e por onde se move em diferentes direções, alterando constantemente as atmosferas com som, movimento e variações espaciais.

Produção: ARTscenico
Intérprete: Photini Meletiadis
Fotografia: Guntram Walter


Atividade Gratuita


Lotação: 80

Além do diálogo fundamental e que serve de pano de fundo ao Festival Novas Invasões - essa relação estrutural e criativa entre um tempo histórico passado e o nosso tempo presente - a programação desta edição procura sugerir novos espaços de experiência, promovendo utopias e mudanças da vida comum, através da expressão artística, da cultura e do pensamento partilhado. Apostámos com maior extensão na partilha e na criação singular convocando o associativismo a fazer parte da construção de uma festa que marca a agenda e os processos de vida em comunidade na cidade. Propomos que espetadores e artistas se cruzem e dialoguem através da vivência dos espaços físicos e imateriais de uma cidade que se reconstrói através da festa e da comunhão. 

Ao longo dos quatro dias do festival, que tem como país convidado a Alemanha, serão apresentados dezenas de espetáculos (Dança, Teatro, Performance) e contaremos com a presença de artistas alemães, espanhóis, franceses e portugueses. Nesta edição destacamos, entre muitos outros, os espetáculos alemães: Theater Titanick, Cia. Artscenico e Photini Meletiadis; os espanhóis Cia. Holoqué e Jean Philipe Kikolas; os franceses Cie. Créature; os portugueses Jonas Runa, João Paulo Santos e PIA; as associações locais ATV, Bolha, CCC, Companhia de Música Teatral e EMERGE. 

O Novas Invasões contará, ainda, com a apresentação de várias exposições, uma mostra de cinema dedicado a realizadores alemães e um ciclo de cultura alemã, onde o visitante se poderá familiarizar com algumas tradições e costumes deste país. 

Para além da História passada ou deste tempo presente, desejamos que com o Novas Invasões se abra espaço para pensar o futuro e viver tempos tão essenciais como o tempo da imaginação ou o tempo da fantasia - outras perceções deste tempo que a todos nos é comum, o nosso tempo de existir

voltar ao topo ↑