Torres Vedras

Agenda

Modinhas Luso-Brasileiras

Até 11 de maio | 21h30

Música I Festival de Música Antiga de Torres Vedras

Evento já ocorrido

Local: Salão Nobre do Palácio de Runa

ATUALIZAÇÃO DE 10/05/2019: Face à lotação limitada da sala aceitam-se reservas até às 18h00 do dia 11 de maio através do telefone 918021118.

No dia 11 de maio, às 21h30, decorrerá o concerto "Modinhas Luso-Brasileiras", no Salão Nobre do Palácio de Runa.

"Aqueles que nunca ouviram modinhas terão de permanecer e permanecerão na ignorância da Música mais voluptuosa e mais enfeitiçadora que já existiu desde o tempo das sibaritas." William Beckford

Ao longo do século XVIII a dinâmica da sociedade luso-brasileira permitiu o surgimento de um novo género musical: a Modinha, um tipo particular de canção acompanhada por instrumento.

Nas cidades, a troca e partilha dos mais variados costumes derivados do aumento de população proveniente de meios rurais e do estrangeiro, a presença de escravos e de libertos africanos, resultou na mestiçagem cultural brasileira e portuguesa, que aliada à procura crescente das práticas artísticas domésticas pela classe média afetou fortemente a produção musical de então.

A Modinha não é mais do que o resultado desta mistura, um género com características simples, exóticas, populares mas também eruditas, para voz ou vozes solistas, acompanhadas por cravo, pianoforte, viola (guitarra), guitarra portuguesa ou ainda um pequeno ensemble de câmara.

O grupo Cantos do Sabiá, desde abril de 2018, celebra este legado especial através de melodias simples, acompanhadas por guitarra e enriquecidas por improviso, aproximando-se do que seria um sarau familiar no tempo setecentista.

Soprano: Margarida Simões 
Tenor: Carlos Reis
Guitarra: Vanessa Gonçalves 

Grupo: Cantos do Sabiá


Atividade Gratuita


Lotação: 90

O I Festival de Música Antiga de Torres Vedras realiza-se, de 4 de maio a 8 de junho, nas igrejas e espaços históricos do concelho de Torres Vedras.

Olhando a riqueza patrimonial existente na região oeste, Torres Vedras apresenta-nos neste quadro histórico, um conjunto de obras arquitetónicas impregnadas de beleza e espanto.

O I Festival de Música Antiga de Torres Vedras aparece também como uma resposta de revitalização e valorização de todo esse património histórico existente nos vários locais do concelho de Torres Vedras, aliando a música da época praticada de forma historicamente informada, à beleza da arquitetura e acústica desses mesmos espaços.

Temos também neste Festival, a oportunidade de divulgar um repertório bastante diverso, sacro e profano, adaptado ao espaço, dando a conhecer ao grande público compositores e obras fascinantes da cultura europeia desde a idade média até ao pré-classicismo.

Apresentando concertos de elevada qualidade que tipicamente ouvimos nas grandes salas de concertos, este festival tem a particularidade de apresentar músicos de renome, bem como repertório de compositores como Bach, Vivaldi, Mozart entre outros, em igrejas e espaços das várias aldeias do concelho. Tornando assim a música antiga acessível a todos e para todos, este é um autêntico evento com “música fora do lugar”, fazendo destas localidades autênticos cenários de recriação histórica.

Relevando a formação e educação pela arte, todos estes concertos serão comentados e contextualizados, apresentando também instrumentos e práticas típicas das várias épocas da histórica da música.

Que este Festival seja marcante para as comunidades, numa autêntica “Festa da Música”, unindo património, educação, pessoas e locais, numa elevação dos mais nobres valores humanos.

Os concertos terão a duração de 45/50 minutos. No início do concerto haverá uma breve contextualização histórica do espaço.


Direção Artística: Daniel Oliveira 
Parceiros institucionais: Paróquias e juntas de freguesia envolventes; Escola de Música Luís Maldonado Rodrigues

voltar ao topo ↑