Torres Vedras

Agenda

O Outro Lado do Espelho

Histórias Cultivadas - Projeto "Vamos voltar ao campo"

23 de abril de 2019 | terça | 16h30

Leitura infanto-juvenil

Local: Escola 4G de Campelos
Destinatários: Crianças do 1ºCiclo, avós e seniores

"O outro lado do espelho" é uma atividade intergeracional que visa a aproximação dos livros a todos, das crianças aos mais velhos, dos que diariamente praticam a leitura aos que  não a integram  no seu quotidiano. Abraçando grandes nomes da literatura esta atividade é materializada na leitura e exploração dos livros AvósO meu Avô e O Rosto da Avó e promove um debate  sobre o que é envelhecer e de como essa "arte" pode refletir perspetivas tão divergentes. Os livros são assim  encarados como um objeto mágico capaz de ter ressonância em todos os que o escutam.

Parte-se ainda do pressuposto que a leitura funciona como um meio das pessoas se conhecerem e estreitarem  laços despertando, os mais novos e os mais velhos, para as suas histórias de vida e para a cultura do seu tempo e lugar.

Info e inscrições: 261 320 738 fabricadashistorias@cm-tvedras.pt 
Apoio: Escola 4G de Campelos e Junta de Freguesia da União das Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça


Lotação: 25


Integrado em Torres Vedras - Cidade dos Livros. Outras datas:

O Projeto “Torres Vedras – Cidade dos Livros”, como o próprio nome indica, visa levar pelo entusiasmo os cidadãos do nosso Concelho a participarem numa festa da ligada à literatura, abrindo  caminho através dos livros, como também através de outras formas de expressão artística que lhe estão ligadas por relações de parentesco, como o teatro, a música, a performance, o cinema de animação, a ilustração… para trabalhar a  pedagogia do imaginário.

Procura ainda, de forma clara, demonstrar que os livros e as leituras não se confinam a escolas e bibliotecas, o que seria absurdamente redutor, abrindo-se por isso mesmo a novas parcerias com outros espaços culturais.

Tal como há muito o livro deixou de ter um formato durante séculos valorizado, e se abriu a todos os tamanhos e feitios, a Fábrica das Histórias-Casa Jaime Umbelino acredita que se lhe impõe abrir-se aos livros e à sua leitura, pondo em movimento projetos que não quer ver confinados a um mês, o de abril, fazendo deles um  movimento contínuo de todos os dias e de toda a sua programação.

voltar ao topo ↑