Torres Vedras

Agenda

A Feira

14 de maio de 2022 | sábado | 21h00 | 22h30

Multidisciplinar A Feira

Evento já ocorrido

Local: Largo 1º de Maio, Ramalhal
Destinatários: M/6

A Feira é um espetáculo de artes de rua, da companhia Radar 360°. Inspirados nos fluxos nómadas e itinerantes das festas e das romarias, e das histórias das suas gentes, criamos uma Feira-Circo de autor, que reinventa em permanência as suas próprias regras. Porque vamos à Feira? Que ritual é este? Como vivemos o efémero?

A Feira como arte da Mistura e do Encontro. Arte multidisciplinar! Este espetáculo é uma coprodução da companhia com a Artemrede, e resulta numa experiência imersiva que percorre 12 dos municípios da rede: Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Almada, Montemor-o-Novo, Montijo, Palmela, Pombal, Santarém, Sobral de Monte Agraço, Tomar e Torres Vedras. 

A Feira tem direção artística de Julieta Rodrigues e inclui um documentário cinematográfico sobre todo o processo de criação e apresentações, realizado por Patrícia Poção.

 

Levantamento de bilhetes:

  • 13 de maio, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 - Junta de Freguesia do Ramalhal;
  • 14 de maio, das 17h00 às 20h00 - Largo 1º de Maio, Ramalhal (recinto do espetáculo)
  • 918021118



Ficha artística e técnica
Direção artística:
Julieta Rodrigues
Responsável movimento e assistência de encenação: António Oliveira
Interpretação: André Araújo, Douglas Melo, Marisa Vieira, Mavatiku José, Patrícia Queirós, Pedro Estevam, Pedro Henriques, Pedro Matias e Ricardo Passos
Sonoplastia: Filipe Lopes
Operação de som: Rafael Maia e Bernardo Bento
Produção executiva: Joana Domingos
Cenografia, adereços e figurinos: Hugo Ribeiro
Direção técnica e pperação de luz: Rui Azevedo
Direção técnica e montagem: Boca de Cão
Vídeo, fotografia de cena e documentário: Patrícia Poção
Coprodução: Radar 360° e Artemrede
Apoio: Centro 2020 | Programa Operacional Regional do Centro e República Portuguesa – Cultura I DGARTES – Direção-Geral das Artes

Radar 360°
A Radar 360° é uma estrutura cultural com direção artística de António Franco de Oliveira e Julieta da Rocha Rodrigues, fundada em 2005, por um coletivo de artistas multidisciplinares.

No seu trabalho estão as criações de espetáculos de autor, intervenções em site-specific, oficinas pedagógicas e artísticas, entre outras. Trabalham nos domínios do Teatro Físico, das Artes de Rua e do Novo Circo apresentando as suas criações e workshops em vários países. Desde 2018, a Companhia Radar 360º está sediada em Matosinhos, com o apoio institucional do município.

 

António Franco de Oliveira
Codiretor da Companhia RADAR 360°, é um artista multidisciplinar. Trabalha nos domínios das Artes de Rua, Artes do Circo, e Música Electro-Acústica.

Divide o seu trabalho pelas áreas da encenação, interpretação e pedagogia. No seu percurso académico, estudou Artes de Rua na Academia Contemporânea do Espectáculo (ACE), e na Formação Avançada Itinerante de Artes de Rua (FAI.AR) instituição sediada na cidade de Marselha.

Na área do movimento, frequentou o curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança.

Como especialidade Circense, estuda e pratica desde finais dos anos 90 a arte da manipulação de objetos e do malabarismo de contato.

No âmbito da música, estuda percussão étnica e eletrónica, composição, processamento de efeitos, sound design e iniciou recentemente o estudo de piano.

Colabora regularmente como formador e encenador nas escolas artísticas em Portugal e no estrangeiro tais como:

Academia Contemporânea do Espectáculo, BalleTeatro, Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, Instituto Cultural de Macau, Instituto Nacional de Artes do Circo, Jobra entre outras.

Foca o seu trabalho de pesquisa na relação onírica e poética entre o corpo, o espaço e o objeto.

 

Julieta Rodrigues
Trás-os-Montes, 1977. Atualmente habita no Porto. A sua formação tem início em 1998, através do Curso Superior de Psicologia, da integração no TUP (Porto) e na ESMAE na área da interpretação. Tem realizado uma formação contínua nas seguintes disciplinas: Teatro Físico; Interpretação e Composição em tempo real; Pesquisa e Criação Coreográfica; Manipulação de Marionetas; Sapateado e Ritmo; Dança contemporânea e Contacto/Improvisação. É membro fundador e criador da RADAR 360º Associação cultural, através da qual se tem dedicado ao universo do Circo e Teatro de Rua, passando pelas seguintes técnicas: andas; aéreos e voltige; noções de malabarismo e manipulação de objetos; e técnica de palhaço. Como Formadora (CAP) tem vindo a desenvolver uma pedagogia baseada no trabalho de personagem, espaço e objetos no espaço público – o estudo da rua, do público e do site specific, colaborando em inúmeros projetos de intervenção, de formação e de teatro social destinados a diferentes tipos de públicos (Públicos desfavorecidos e Educação especial). Atualmente integra o Projeto da Operação Nariz Vermelho Como Doutor Palhaço.

Info: 261 320 760 | cultura@cm-tvedras.pt
Bilhetes: A entrada é livre mas sujeita ao levantamento de bilhetes.


Atividade Gratuita


Lotação: 150

Última atualização: 10.05.2022 - 12:05 horas
voltar ao topo ↑