Torres Vedras

Agenda

Susana Félix

Até 30 de outubro | 21h30

Música Susana Félix

Evento já ocorrido

Local: Pavilhão Multiusos, Parque Regional de Exposições de Torres Vedras

Esta atividade integra o programa Festas da Cidade

Susana Félix nasceu em Torres Vedras a 12 de outubro de 1975. Apaixonada pelas artes desde sempre, dedicou-se ao canto bem cedo.

Em 1988, com apenas 12 anos, vence a "Grande Noite do Fado", no Coliseu dos Recreios de Lisboa. Nos anos 80 e 90 fez teatro amador, participou em programas de televisão, foi a voz portuguesa de algumas personagens da Disney, gravou alguns spots publicitários e participou em inúmeros projetos musicais.

É em 1999 que se em nome próprio com o álbum Um Pouco Mais, a sua estreia não só como cantora, mas também como compositora. Um sucesso de vendas que levou aos tops nacionais temas como Mais Olhos que Barriga e Um Lugar Encantado

Em 2002, edita o seu segundo álbum de originais, Rosa e Vermelho, e parte para uma nova digressão pelo país. Em 2006, edita Índigo partilhando a produção e os arranjos com Renato Jr.. Neste disco, a cantora e compositora assina também a maioria das letras. Nasce Flutuo.

Em 2007, Susana Félix compõe e grava o tema O Mesmo Olhar, que serve de hino à Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras. Pulsação, o quarto disco de Susana Félix, é editado em 2007. Oito anos depois da estreia com Um Pouco Mais, Susana Félix revisita os temas emblemáticos da sua carreira, em novas e surpreendentes versões, e lança dois originais. Com Pulsação consegue um disco de Ouro.

Em 2011, Susana Félix regressa aos discos de originais com Procura-se, contando com a participação de Steven Jansen (baterista dos Japan e de David Sylvian); Carlos Tê, no tema Meia Palavra; e de Jorge Drexler, (vencedor de um Óscar da Academia de Hollywood para Melhor Canção Original) no dueto A Idade do Céu.

Nos anos de 2012 e 2013, é uma das artistas em destaque no documentário MPB sobre música brasileira, portuguesa e africana, e grava um dueto com o referido artista jardim de inverno; participa ainda no álbum Razão de ser do grupo Ala dos Namorados, no tema Manto Negro.

Em 2014 a maternidade torna-se a sua prioridade e nos dois anos seguintes, para além dos concertos, integra o elenco musical Esta vida é uma cantiga. Neste período e a convite da Egeac, Susana Félix vive as marchas de Lisboa, colaborando na seleção das letras e também como júri durante o desfile.

Em 2017, no ano de viragem do Festival da Canção, Susana Félix é convidada a integrar um momento musical muito especial, com os grandes sucessos do festival, com direção musical de Francisco Rebelo, apresentado numa das semi-finais.

Apresenta-se em Paris, ao vivo com a banda, no âmbito do aniversário da Rádio Alfa.

Em 2018 nasce o Samba da Matrafona, com música de Susana Félix e João Cabrita, letra de Susana Félix e Emicida e no qual conta com a colaboração de dois nomes incontornáveis da música do Brasil: Zeca Pagodinho, representando o samba e Emicida, representando o rap.

Ainda em 2018, participa no disco Maria de Miguel Gameiro, em dueto no tema Se alguém perdeu. O ano de 2019 tem início com um espetáculo de Ano Novo com a Banda dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras. A convite da Betweein, Susana Félix integra o novo projeto educativo da referida editora, Um lugar normal, dirigido aos mais novos, abordando temas como a amizade, o respeito e a diferença. 

Atualmente Susana Félix está a trabalhar na pré produção de um novo disco, com os músicos que a têm acompanhado ao vivo e em estúdio, com direção musical de João Cabrita.

Venda de Bilhetes: Bilheteira online | Posto de Turismo de Torres Vedras | Loja Torres Vedras 


Preço: 5 € (entrada) | 15 € (entrada + jantar)

voltar ao topo ↑