Torres Vedras

Agenda

Lagarto Pintado

Concerto Temporada Darcos

Até 24 de maio 2015 | 16h00

Música Temporada Darcos 2015

Evento já ocorrido

Local: Teatro-Cine de Torres Vedras
Destinatários: M/6

Quem não conhece (e não canta!) canções como Lagarto Pintado, O meu chapéu tem três bicos, ou A caminho de Viseu? São melodias que vivem no imaginário musical de miúdos e graúdos, de todas as idades e credos! Juntando várias escolas básicas do concelho de Torres Vedras, este concerto apresenta uma coletânea de oito canções infantis arranjadas para trio com piano e coro infantil, partindo do pressuposto de que todos devemos cantar e exaltar o nosso património musical, imaterial, é certo, mas absolutamente fundamental para a memória e identidade dos povos. E porque há também um património musical de outros países e culturas, será interpretado pelo Ensemble Darcos a obra para clarinete, violoncelo e piano, em lá menor, do compositor alemão Johannes Brahms. Serão mais de cem crianças em palco, cantando com o Ensemble Darcos, e dirigidas pelo maestro Nuno Côrte-Real. Um concerto único, juntando numa só tarde, o novo, o antigo, o popular e o erudito; absolutamente a não perder!

Programa:
J. Brahms (1833-1897)
Trio para clarinete, violoncelo e piano em Lá menor, op.114
I.    Allegro
II.    Adagio
III.    Andantino grazioso
IV.    Allegro

Pausa

N. Côrte-Real (1971-)
Cancioneiro Infantil
para coro infantil, viola, violoncelo e piano

Coro infantil das Escolas Básicas do Concelho de Torres Vedras
Coordenação, Filomena Calado
Nuno Côrte-Real, direção musical

ENSEMBLE DARCOS
Nuno Pinto, clarinete
Reyes Gallardo, viola
Filipe Quaresma, violoncelo
Helder Marques, piano


Lotação: 400
acesso a público com mobilidade condicionada
Preço: 5

Teatro-Cine de Torres Vedras

3ª a 6ª: 09h00 às 13h00 e 14h00 às 17h00
a partir das 18h00 em dias de espetáculo

Av. Tenente Valadim, n.º 19
2560 Torres Vedras

261338131
teatro.cine@cm-tvedras.pt
Localização Google Maps


Na sua oitava edição, a Temporada Darcos 2015 apresenta oito concertos, onde, por entre a tradição e a contemporaneidade, se aposta na excelência da música e dos músicos portugueses. No ciclo de dois concertos Grandes Pianistas, teremos a oportunidade de escutar Artur Pizarro e Adriano Jordão, acompanhados respetivamente, pela Orquestra Metropolitana de Lisboa e pela Orquestra do Norte, com direção musical de Nuno Côrte-Real; no programa serão interpretados dois dos intemporais concertos de Beethoven, o nº 3, e o magistral nº 5, com o epíteto de “Imperador”.

Em Abril, e por altura do primeiro aniversário da morte do grande escritor e intelectual português, Vasco Graça Moura, será apresentada a ópera Banksters, de Nuno Côrte-Real, cujo libreto foi escrito pelo escritor a partir da peça “Jacob e o Anjo”, de José Régio; este espetáculo, homenageando Graça Moura, fará uma síntese dos mais importantes momentos da ópera (estreada no Teatro Nacional de São Carlos no ano de 2011), e será interpretada por um elenco de cantores portugueses de inquestionável excelência, onde se destacam Luís Rodrigues, Dora Rodrigues e Mário João Alves. Em Junho, nos Claustros da Igreja da Graça, por entre o ar e o aroma da noite, será a vez de escutar sons vindos do oriente, com a participação especial do grupo de gamelão indonésio Yogistragong, com direção de Elizabeth Davis, espetáculo que por certo será inolvidável.

De salientar ainda, para além dos vários concertos de câmara onde o Ensemble Darcos apresentará algumas das mais belas e famosas obras ocidentais, o projeto Lagarto Pintado, que, em Maio, reunirá centenas de crianças oriundas das escolas do concelho de Torres Vedras, e que juntas formarão um coro infantil para estrear a nova obra de Côrte-Real, Cancioneiro Infantil, ciclo que reúne oito canções do imaginário musical infantil português.

voltar ao topo ↑