Torres Vedras

Instrumentos de Natureza Estratégica

Plano Estratégico da Cidade de Torres Vedras

O Plano Estratégico da Cidade de Torres Vedras define uma estratégia de desenvolvimento a médio e longo prazo para a cidade, respondendo genericamente aos objetivos de:

  • Aumento dos níveis de centralidade
  • Melhoria da qualidade de vida das populações
  • Criação de bases de desenvolvimento, que tornem a cidade um pólo de desconcentração metropolitana e uma base de reequilíbrio da rede urbana nacional

O Plano Estratégico da Cidade de Torres Vedras identifica um quadro coerente de projetos/ intervenções necessários à viabilização da estratégia para a cidade e formula o programa da sua implementação através de:

  • Articulação com projetos e intervenções previstas com os instrumentos de gestão territorial
  • Articulação institucional
  • Articulação e sinergias com os empresários e investidores
  • Articulação com o quadro dos diversos sistemas de incentivos disponíveis

O Plano Estratégico da Cidade de Torres Vedras estrutura-se em 3 volumes:

1º volume – Diagnóstico

Explicita-se o processo de elaboração do plano, identificando os conceitos, a metodologia e as fases de elaboração, e procede-se ao diagnóstico, caracterizando e avaliando criticamente a cidade.

2º volume – Estratégia

Definem-se os objetivos estratégicos da cidade, identificando as principais linhas de desenvolvimento e os respetivos projetos. Os objetivos são desagregados segundo quatro sistemas:

  • objetivo A – sistema económico
  • objetivo B – sistema sociocultural
  • objetivo C – sistema ambiental
  • objetivo D – suporte espacial/estruturação urbana

 

3º volume – Ações/Projetos

Procede-se à enumeração do conjunto de ações/projetos através dos quais se consubstanciam os objetivos enunciados no volume anterior.