Torres Vedras

PR5 TVD - Rota do Vento

A Rota do Vento é um percurso circular com um total de 14 km, englobando uma derivação, com cerca de 8 km. O início do percurso encontra-se no jardim central em frente à Igreja Matriz de São Lucas, em Freiria.

A partir deste local os pedestrianistas podem optar por fazer o percurso total em direção a Chãos ou em direção às serras da Romã e do Romeirão.

A derivação ocorre no centro de Freiria, junto ao Largo do Jardim, onde se encontra um painel informativo e onde se pode optar pelo percurso total - de 14 km - ou por parte dele - 8 km ou 6 km.

Seguindo para Chãos e passando pelo edifício da Junta de Freguesia de Freiria, deve virar à esquerda e atravessar a zona limítrofe urbana de Freiria em Concelhos. A partir daí predomina uma paisagem agrícola composta, nomeadamente, por vinhas e estufas hortícolas. O percurso realiza-se em terra batida até Chãos. Segue-se, então, até Fernandinho, local para parar e sentar junto à capela, observar e escutar a tranquila vida do campo.

Caminhando em direção a Freiria, a cerca de 2 km, encontra a indicação que o levará ao reinício do percurso - junto à Igreja de São Lucas - e onde poderá optar por continuar até às serras da Romã e do Romeirão.


 FICHA TÉCNICA DO PERCURSO

  • Nome do percurso: Rota do Vento
  • Localização:
    • Concelho: Torres Vedras
    • Freguesia: Freiria
  • Acessos: Pela Auto-Estrada A8, sair na Malveira e seguir a indicação de Torres Vedras pela Estrada Nacional 8. Depois de passar a localidade de Freixofeira, virar à direita em direção a Colaria/Freiria e apanhar a Estrada Municipal 554 até Freiria
  • Tipo de percurso: Pequena Rota Circular
  • Ponto de partida e chegada: Largo da Igreja de São Lucas
  • Distância total a percorrer: 14 km. Derivação aos 8 km's ou aos 6 km's
  • Desníveis acumulados: + 259m, -271m
  • Altitude:
    • Máxima: 194 m
    • Mínima: 43 m
  • Duração: 4 horas
  • Grau de dificuldade: Média
  • Época aconselhada: Todo o ano
  • Cartografia: Carta Militar de Portugal, na escala 1/25 000, série M 888, folhas n.º 374 e 388, do Instituto Geográfico do Exército

Tendo em conta a possibilidade permanente de vandalismo da sinalização do percurso pedestre, aconselha-se a orientação através de meios complementares (folheto ou gps).

Folheto

Online

voltar ao topo ↑