Torres Vedras

Requalificação Paisagística e Ambiental da Vala dos Amiais

04.06.2018

Imagem 3D de pérgulas a instalar no âmbito da Requalificação Paisagística e Ambiental da Vala dos Amiais.

PARU.05 – Requalificação paisagística e ambiental da Vala dos Amiais

Empreitada em execução

Esta operação integra o Plano de Ação de Regeneração Urbana – PARU

 

O projeto de requalificação paisagística e ambiental da Vala dos Amiais integra-se no projeto de requalificação urbana e paisagística do espaço público envolvente ao antigo Matadouro Municipal, desenvolvendo-se entre os terrenos do Intermarché e a passagem hidráulica situada na rotunda existente junto à Ermida de Nossa Senhora do Ameal.

De referir que a Vala dos Amiais é uma linha de água que recolhe as águas de uma bacia de drenagem com mais de 1.076 ha, fazendo ela própria parte da bacia hidrográfica do rio Sizandro, onde desagua a jusante do Parque do Choupal.

A intervenção centra-se numa forte componente de valorização ambiental e de naturalização do espaço arborizado. Propõe-se, para isso, que a intervenção na linha de água seja ligeira, mantendo o seu aspeto naturalizado e a vegetação ripícola existente, eliminando-se a vegetação infestante nas margens e leito da vala. Propõe-se também a plantação e sementeira de mais vegetação característica da galeria ripícola.

 

Com o intuito de realizar uma ligação entre as duas margens da Vala dos Amiais e a continuidade do percurso que se inicia no lado da estrada adjacente ao Centro de Artes e Criatividade, propõe-se para esta intervenção uma ponte pedonal. A nascente e sul dessa nova ponte, está previsto a criação de uma zona de estadia e de lazer, com mesas e bancos sombreados com pérgulas, aparelhos de exercício e recreio para crianças, jovens e adultos e alguns bancos espalhados na zona relvada.

A intervenção visa cumprir dois propósitos estratégicos: por um lado, completar a operação de requalificação urbana e paisagística de toda a envolvente ao antigo Matadouro Municipal, futuro Centro de Artes e Criatividade, consolidando o papel deste equipamento enquanto motor da regeneração urbana da respetiva área da cidade e gerador de uma nova centralidade urbana; e, por outro, consolidar a estrutura ecológica urbana da cidade, assegurando a continuidade ao corredor ecológico que se desenvolve a partir do Choupal.

Este projeto assume-se como um instrumento para a “recuperação, expansão e valorização de sistemas e estruturas ecológicas urbanas e infraestruturas verdes”, alinhando-se com as estratégias de desenvolvimento urbano sustentável nacionais e europeias que colocam hoje a regeneração urbana como instrumento essencial de revitalização das cidades, nas suas dimensões urbana, ambiental, social e económica.

Integra-se no PARU (Plano de Ação de Regeneração Urbana) e no PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano).

 

NÚMEROS

Área: 10.920m2

Custo total elegível: 301.489,94€

Apoio financeiro da União Europeia: 85% pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Prazo: 2.º semestre de 2019      

Projeto: Área de Projeto da Câmara Municipal de Torres Vedras


voltar ao topo ↑