Torres Vedras

ETAR da Maceira vai ser remodelada

29.12.2017

A ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) da Maceira vai começar a ser intervencionada a breve prazo.

O auto de consignação da respetiva obra foi assinado ontem, dia 28 de dezembro, na delegação da Maceira da Junta da Freguesia da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira.

Na cerimónia esteve presente o presidente da entidade responsável por esta obra, a Águas do Tejo/Atlântico, que anunciou que a mesma representa um investimento de 653 mil euros - comparticipado em 85% pelo POSEUR (Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos) - e terá uma duração de 8 meses. António Frazão solicitou ainda à população local compreensão relativamente a algum transtorno que a intervenção possa causar.

Construída em 1989, aquela ETAR recebe águas residuais provenientes de três estações elevatórias, possuindo atualmente problemas que dificultam o cumprimento da qualidade do efluente tratado, além de carecer de ações que melhorem a sua eficácia. Mais concretamente a intervenção a realizar consistirá na beneficiação da gradagem, na remoção de lamas acumuladas na lagoa existente e na remodelação total da mesma, estando ainda previsto um conjunto de intervenções complementares de remodelação e uma desinfeção final. 

Este equipamento serve cerca de 17 mil habitantes da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira e ainda habitantes do concelho vizinho da Lourinhã (das freguesias de Santa Bárbara e Vimeiro).

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal congratulou-se com a referida obra, a qual contribuirá para melhorar a qualidade da água do rio Alcabrichel, tendo ainda exortado a mencionada empresa e a Secretaria de Estado do Ambiente a avançar com a construção da ETAR do Vale da Borra. Carlos Bernardes lançou também outros desafios ao secretário de estado do Ambiente, que esteve presente na cerimónia, nomeadamente o de utilizar as águas da ETAR de Torres Vedras para a realização de regas na cidade, bem como as águas do Alcabrichel e do Sizandro para fins agrícolas mediante a construção de açudes, e o de realizar um estudo para a construção de uma central de dessalinização na costa do concelho.

Em resposta a estes desafios, o secretário de estado do Ambiente anunciou que as diversas administrações de região hidrográfica estão a elaborar planos de contingência para responder a situações de seca, sendo que a criação de centrais de dessalinização poderá ser uma das medidas preconizadas pelo documento, tendo igualmente referido que atualmente está a ser elaborada a estratégia nacional para o aproveitamento das águas residuais urbanas. Carlos Martins afirmou também na ocasião que é objetivo do governo continuar a levar as infraestruturas de saneamento básico a todas as populações do país de forma a atingir até 2020 a fasquia dos 95% neste campo, pretendendo ainda que Portugal continue a ser o país com mais praias com Bandeira Azul por habitante.

A obra de remodelação da ETAR da Maceira será executada pela empresa Oliveiras, SA, e deverá ter início em fevereiro.