Torres Vedras

Encosta do Choupal vai ser requalificada a breve prazo

31.01.2018

O executivo municipal aprovou na sua reunião extraordinária de hoje, dia 31 de janeiro, a abertura de concurso para a “Empreitada para reabilitação paisagística da encosta do Choupal”.

De referir que esta obra integra o Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU), afeto ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Torres Vedras.

No âmbito da mesma está prevista a requalificação do espaço público, por meio da requalificação dos espaços verdes existentes, criando e interligando espaços de estadia e circulação, promovendo a mobilidade e acessibilidade entre as diferentes cotas.

Nesse sentido, serão demolidas algumas estruturas dissonantes existentes, nomeadamente anexos a edifícios e alguns muros degradados, serão construídos novos muros, e serão requalificadas estruturas edificadas degradadas, possibilitando, desta forma, a criação de um percurso pedonal pela encosta, fazendo a ligação do Parque do Choupal a três acessos à Rua Aníbal Gaspar, vencendo, de forma suave, as diferenças de cota que caracterizam o local.

Entre os dois patamares intermédios atualmente existentes na encosta, será criada uma zona de lazer/estadia, com a instalação de várias peças de mobiliário urbano, onde será possível o descanso ou a prática de atividades lúdicas. Devido à boa exposição solar, será instalada uma pérgula para a criação de sombras na referida área.

O patamar superior será alargado para a criação de cinco hortas urbanas, que servirão o espaço edificado requalificado. A poente deste patamar será construído um pequeno anfiteatro, um muro de alvenaria de pedra e serão plantadas árvores de pequeno porte, criando uma zona de estadia e contemplação da envolvente, em especial para o Parque Verde do Choupal e a cidade.

A restante área será ocupada por espaços verdes, que exigem pouca manutenção, constituídos por vegetação arbustiva, algumas árvores e cobertura herbácea.

Cerca de 1.350m2 é a área abrangida por esta intervenção, que representa um investimento de 890.232,43 euros (cofinanciado em 85% pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional). Deverá estar concluída no 1.º semestre do próximo ano.