Torres Vedras

Dança interagiu com o património edificado no centro histórico

08.08.2017

A dança contemporânea voltou a “invadir” o centro histórico pelo segundo ano consecutivo com mais uma mostra de performances artísticas pensadas para o espaço público das ruas dessa zona de Torres Vedras, um ensaio que integrou a programação geral da 5.ª edição do Summer Intensive, um festival de dança contemporânea que aconteceu em A dos Cunhados de 16 de julho a 6 de agosto, numa organização da associação Ilú - Associação de dança e teatro de intervenção urbana e da associação UNTAMED.

Assim, no dia 4 de agosto, 120 bailarinos em formação passaram pelo centro histórico ao final da tarde, proporcionando uma interessante interação entre a arte, o património e o elemento humano.

Esta mostra da 5.ª edição do Festival Internacional de Dança Contemporânea Summer Intensive incluiu aulas abertas em espaço público e um roteiro de performances/intervenções artísticas, que percorreu o centro histórico desde a Praça Machado Santos até ao Castelo, passando pela Praça da República, Rua 9 de Abril, Largo de S. Pedro, Largo Wellington, Largo Infante D. Henrique, Praça do Município, Rua da Cruz e Rua dos Cavaleiros da Espora Dourada.

A iniciativa contou com as participações especiais da Camerata Vocal de Torres Vedras, de Mário Estanislau, de Temudo, do Rancho Folclórico e Etnográfico “Flores do Oeste” (de A dos Cunhados) e da Associação Arte Pura.

Esta mostra em Torres Vedras foi organizada e produzida pela associação Ilú - Associação de dança e teatro de intervenção urbana e associação UNTAMED, em colaboração com a Câmara Municipal.