Torres Vedras

“Conhecer para Preservar” chegou ao fim com balanço bastante positivo

17.04.2019

O projeto “Conhecer para Preservar | Rede Natura 2000” chegou ao fim com um balanço muito positivo.

Iniciado em junho de 2016 e implementado ao longo de um período de mais de dois anos, o mesmo impactou milhares de crianças e jovens dos concelhos de Torres Vedras e Lourinhã.

No âmbito deste projeto foram produzidos 10 materiais lúdico-pedagógicos, os quais foram distribuídos pelas escolas do concelho, com destaque para: o livro Guia das aves da foz do Sizandro; o livro Ruivaco-do-Oeste; o jogo de tabuleiro Das dunas às falésias – o litoral de Torres Vedras; para além da exposição Conhecer para preservar o litoral de Torres Vedras, que tem itinerado pelas mesmas.

Foram ainda no âmbito deste projeto dinamizadas sessões de formação/capacitação de alunos e professores, ações de sensibilização, ações de exploração, ações de intervenção, campanhas de rua e conferências, em que se contabilizaram mais de 2.000 participações.

 

Este projeto contribuiu para: aumentar o nível de participação ativa da comunidade jovem e escolar na proteção, restauração e utilização sustentável dos valores naturais classificados, atuando ao nível da mudança de atitudes e comportamentos individuais e coletivos; transferir conhecimento e disseminar informação para uma melhor conservação, gestão e ordenamento da biodiversidade e dos ecossistemas presentes na Rede Natura 2000; e sensibilizar a comunidade jovem escolar para a conservação da natureza e da biodiversidade.

Recorde-se que o projeto educativo “Conhecer para Preservar | Rede Natura 2000” foi distinguido com o Energy Globe Award, galardão internacional cujo foco está na eficiência energética, nas energias renováveis e na conservação da natureza.

O “Conhecer para Preservar” foi financiado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) por meio do Fundo de Coesão da União Europeia e resultou de uma candidatura conjunta apresentada pelos municípios de Torres Vedras e da Lourinhã.

voltar ao topo ↑