Torres Vedras

Agenda

Corpo-Mapa-Livro

26 de abril de 2019 | sexta | 18h00 às 20h00

Local: Biblioteca Municipal de Torres Vedras
Destinatários: Professores, técnicos bibliotecários, agentes culturais, educadores e todos os interessados

A formação CORPO-MAPA-LIVRO surge no âmbito do espetáculo de dança homónimo, cujo tema central é o livro.

Sob uma perspetiva artística, este projeto explora novas formas de descobrir o livro através de técnicas de teatro, dança e performance, integrando-o na própria composição coreográfica. Quando pensamos que o livro é uma forma de viajar, pensamos no seu conteúdo, na literatura, na história, no poema, como um transportador da nossa imaginação. No entanto, para esta jovem geração que agora nasce e cresce nas escolas, o livro é por si só um objeto analógico e uma viagem ao passado. CORPO-MAPA-LIVRO assume como princípio o respeito pela autonomia das pessoas, pelo que procura contribuir para o desenvolvimento de indivíduos mais conscientes, interventivos e criativos.

Desta forma, a formação permite dar a conhecer processos criativos e consolidar metodologias, assumindo-se como um instrumento complementar bastante importante, dando a oportunidade, aos/às participantes, de adquirir ferramentas teórico-práticas que poderão ser utilizadas ao longo da sua vida. Através da formação para adultos pretende-se sensibilizar professores/as, técnicos/as bibliotecários/as, agentes culturais, educadores/as e outros agentes interessados em trabalhar estas temáticas, para novas estratégias de educação e de formação que promovam um maior envolvimento dos mais jovens com o universo artístico e literário, dotando-os de ferramentas práticas.


Objetivos

  • Levar os/as participantes a tomar consciência da relação com o corpo;
  • Dar a conhecer possibilidades de exploração de movimento com o corpo em interação com o objeto-livro;
  • Estimular a capacidade criativa dos/as participantes;
  • Explorar lúdica e pedagogicamente um tema relevante, dando uma resposta prática, estética e artística à necessidade de promover as práticas de leitura e a aproximação de públicos às artes, nomeadamente junto das camadas mais jovens da populações;
  • Apresentar ferramentas teórico-práticas aos/às agentes multiplicadores/as de efeitos, que possam ser aplicadas em contextos de formação ou em momentos de lazer, aliadas a uma estratégia educacional mais dinâmica e estimulante, que permita desmistificar receios e preconceitos em relação às práticas de leitura e artísticas;
  • Oferecer uma formação de qualidade artística e com conteúdos pertinentes e úteis, proporcionando, assim, experiências positivas aos/às participantes;
  • Fomentar o interesse pela dança, pelas artes performativas e pela literatura.

 

Marina Nabais

Nasceu em Luanda, viveu no Rio de Janeiro e em Amesterdão. Reside atualmente em Lisboa, onde desenvolve o seu trabalho artístico e pedagógico. Mestre em Artes Performativas - Teatro do Movimento, na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa (2011/2013). Fez o Bacharelato na Escola Superior de Dança de Lisboa, no ramo de espetáculo (1992/1995) e um pós-graduação na School For New Dance Development em Amesterdão (1995/97). Tem o Curso de Dança na Comunidade do Fórum Dança de Lisboa (2006). Em 2003 criou a menina dos meus olhos, associação cultural, e fez vários projetos de dança/teatro pela associação em co-criação com vários artistas até 2013. Desde 2008, começou o seu percurso como coreógrafa com as seguintes peças: AVESSO (2008), POR UM RIO (2011), NOTOCORDA (2012), O PESO DE UMA SEMENTE (2013), SEDIELA, DANÇÁRIO, MIOCÁRDIO (2014), De Seda (2015). Em Dezembro de 2013, nasce Marina Nabais Dança, associação cultural, onde começa a desenvolver o seu projeto artístico em nome próprio, com vários colaboradores de outras áreas artíscas e parcerias com diversas instituições. Como intérprete tem trabalhado nas áreas de dança, teatro e vídeo: Francisco Pedro, Grupo de Dança de Almada, António Tavares, Nigel Charnock, Peter Michael-Dietz, Sofia Neuparth, Paula Varanda, Ana Borges, Eléonore Didier, Teatro "O Bando", Luís Castro, Lúcia Sigalho, Rogério Nuno Costa, Gonçalo C. Luz, Jeanne Waltz, Nuno Tudela, Aldara Bizarro e Stephan Jurgens. Desenvolve paralelamente um trabalho pedagógico, de formação para profissionais e não profissionais na área da dança, abrangendo diferentes faixas etárias e públicos diversificados. Colaborações: Companhia de Dança de Almada; AMDA (Mértola), Lugar Presente (Viseu), Teatro Universitário do Minho (Braga), Fórum Dança (Lisboa), O Teatrão (Coimbra), Teatro Maria Matos (Lisboa), Museu do Douro (Peso da Régua), Teatro Viriato (Viseu), ArtemRede (vários locais), Conservatório Nacional de Lisboa.

Joana Pupo
Mestre em Teatro do Movimento, pela E.S.T.C., licenciada em Filosofia pela Universidade Nova de Lisboa e Formada em Teatro pelo Estúdio Nancy-Tuñon (Barcelona, Espanha). Paralelamente, persegue uma formação em movimento, dança e improvisação vocal, desde 2003. Foi selecionada para a Nouvelle Ecole des Maîtres '05 com Carlo Cecchi. Colaborou com a Ecole des Maîtres como assistente de Pippo Delbono (‘06) e Enrique Diaz (‘08). É membro da SEE (SITI Extended Ensemble) e segue os treinos Suzuki e Viewpoints com a SITI Company (Nova Iorque), desde 2010.

Tem trabalhado em criação e investigação, com peças que exploram a relação entre o movimento, a interdisciplinaridade e a dramaturgia. Tem mostrado o seu trabalho em diversos teatros e outros espaços não convencionais. Dos trabalhos mais recentes, destaca O QUE É UMA COISA É, criado com Inês de Carvalho e a Sonoscopia, estreado no PAC de Guimarães; HAPPINESS AND MISERY, com direção de Márcia Lança, estreado no Teatro Nacional de Riga, Letónia; e CORPO-MAPA-LIVRO, com Marina Nabais, atualmente em cena. Encenou o TEUC, em 2011, com Catarina Santana (menção honrosa no FATAL’11) e os finalistas da ESTAL em 2016. Colabora, a nível pedagógico, com ESTAL, Espaço EVOE, CEM, Madalena Victorino, entre outros

Info e inscrições: 261 320 747/261 310 460 biblioteca@cm-tvedras.pt 
Formadoras: Marina Nabais e Joana Pupo


Lotação: 20

Biblioteca Municipal de Torres Vedras

2ª: 14h00 às 18h30
3.ª a 6.ª: 10h00 às 18h30
Sáb.: 14h00 às 18h00

Largo Justino Freire Nº 9
2560-636 Torres Vedras

261310460
biblioteca@cm-tvedras.pt
Localização Google Maps


Integrado em Torres Vedras - Cidade dos Livros. Outras datas:

O Projeto “Torres Vedras – Cidade dos Livros”, como o próprio nome indica, visa levar pelo entusiasmo os cidadãos do nosso Concelho a participarem numa festa da ligada à literatura, abrindo  caminho através dos livros, como também através de outras formas de expressão artística que lhe estão ligadas por relações de parentesco, como o teatro, a música, a performance, o cinema de animação, a ilustração… para trabalhar a  pedagogia do imaginário.

Procura ainda, de forma clara, demonstrar que os livros e as leituras não se confinam a escolas e bibliotecas, o que seria absurdamente redutor, abrindo-se por isso mesmo a novas parcerias com outros espaços culturais.

Tal como há muito o livro deixou de ter um formato durante séculos valorizado, e se abriu a todos os tamanhos e feitios, a Fábrica das Histórias-Casa Jaime Umbelino acredita que se lhe impõe abrir-se aos livros e à sua leitura, pondo em movimento projetos que não quer ver confinados a um mês, o de abril, fazendo deles um  movimento contínuo de todos os dias e de toda a sua programação.

voltar ao topo ↑