Torres Vedras

Agenda

Flâneur by Torres Vedras – uma leitura oriental sobre o território

Fotografia de Hajime Kimura e Sonia Hamza

Até 30 de setembro

Exposições

Local: Praça Dr. Alberto Avelino

Esta atividade integra o programa Festival Novas Invasões

Flâneur - Novas Narrativas Urbanas é um projeto em rede, criado pela Procur.arte e financiado pela UNESCO (International Fund for Promotion of Culture - edição 2015) e pela Comissão Europeia (Creative Europe Cooperation Program).

Configurado através de uma parceria internacional que envolve 20 entidades de 11 países, fundamenta-se num princípio de intervenção artística no espaço público, tendo por base a fotografia contemporânea.  O projeto desafia artistas a produzirem novas leituras sobre o território urbano, tendo como ponto de partida o conceito de flâneur e como contexto físico a cidade enquanto construção social em constante mutação. Para além da dimensão artística e de intervenção no espaço público, o projeto engloba outras vertentes, através da realização de workshops, ateliers, residências artísticas, creative camps e conferências, com o objetivo de promover uma análise crítica sobre a fotografia contemporânea e de contribuir para uma reflexão centrada na relação entre as práticas artísticas e a cidade.

Ao longo dos seus dois anos de duração, o projeto intervém em 16 cidades - a partir das quais é produzido um cruzamento entre um olhar interno e um olhar externo, através da participação de fotógrafos locais e de fotógrafos convidados a realizar residências artísticas nas cidades em questão. Paralelamente, é ainda desenvolvido um trabalho complementar no âmbito de ateliers dirigidos à população local. Subsequentemente, o resultado destes diversos contributos é apresentado em instalações expositivas situadas no espaço público, trazendo para as praças e ruas obras de artistas que, na maioria das vezes, se destinariam às paredes brancas dos museus ou galerias. Desta forma, estas instalações contribuem para um processo de desconstrução e democratização do acesso à criação artística, partilhando-a com um público heterogéneo. Replicando a cidade, aberta e acessível 24 horas por dia, o sistema expositivo é desenhado através de estruturas modulares retro-iluminadas, adaptadas a cada local.

Flâneur - New Urban Narratives produz uma panorâmica transversal e única sobre as dinâmicas sociais que constituem os territórios urbanos.
A especificidade deste “retrato” reside no facto de ser produzido por um grupo alargado e diversificado de criadores que, a partir de uma temática comum, lançam um olhar renovado sobre a pluralidade de realidades que compõem o espaço urbano - olhar esse que é partilhado com o público, convidado a “flanar” pelas suas cidades, redescobrindo-as.

Torres Vedras é uma das cidades participantes no projeto. Acolheu, na primavera as residências artísticas dos fotógrafos Sonia Hamza e Hajime Kimura, que desenvolveram trabalho na região. Entre 31 de agosto e 30 de setembro, o resultado do trabalho desenvolvido será apresentado na Praça Dr. Alberto Avelino, integrado no Festival “Novas Invasões”, com o apoio da Câmara Municipal e colaboração da CCCTV.

Sonia Hamza
Sonia Hamza é uma artista-fotógrafa Franco-marroquina, nascida em Paris em 1975.
Frequentou o ENSAA Duperré, em Paris e depois a Central St. Martin’s School of Art and Design, em Londres. Após uma carreira em design de moda, completou a formação em cursos de fotografia digital, tapeçaria e lança-se num trabalho criativo que combina fotografia, arte digital e têxteis: artist books, retratos bordados, séries de tripticos fotográficos.
Em 2011, realizou uma residência artística no 59 Rivoli, em Paris onde apresentou a sua primeira exposição. Desde então, tem apresentado o seu trabalho em França e noutros países, através de portfolio reviews. Últimas exposições: o 7º Yangon Photo Festival, Birmânia, les Cuizines em Chelles & Le Silo, em Chateau-Thierry (França), diversos SlideLuck shows. Recebeu o prémio de melhor portfólio na Triennial Hamburg 2015, Alemanha.

Hajime Kimura
Hajime Kimura é um fotógrafo japonês nascido em 1982 em Chiba, perto de Tóquio. Tendo estudado arquitetura e antropologia, iniciou a sua carreira em 2006. Em 2012 Participou no World Press Photo Joop swart masterclass, em Amsterdão. Em 2013, Hajime foi galardoado com o segundo prémio no Vattenfall Photo Award, em Berlim. Em 2014, venceu o terceiro prémio do Kassel photobook dummy e editou o livro“ Scrapbook” em 2015. Recentemente, publicou dois livros de artista: "In search of lost memories" e "Snowflakes Dog Man". O seu trabalho tem vindo a ser publicado em várias revistas, incluindo a TIME, The New York Times, Le Monde Magazine ou Newsweek Japan. Desde 2016 que reside e trabalha na Alemanha. O seu trabalho centra-se na análise e expressão dos seus pensamentos e emoções, relacionando-os com as paisagens e as pessoas que habitam a sua fotografia.

Crédito fotográfico: Hajime Kimura
Inauguração: 31 de agosto / 22h15


acesso a público com mobilidade condicionada