Torres Vedras

Relatório de sustentabilidade

O relatório de sustentabilidade é a prática de uma organização medir e comunicar publicamente os seus impactos económicos, ambientais e sociais e, consequentemente, as suas contribuições – positivas ou negativas – para o objetivo do desenvolvimento sustentável.

A elaboração do relatório de sustentabilidade em conformidade com as orientações da Global Reporting Initiative (GRI) permite fornecer uma visão completa e equilibrada dos tópicos materiais de uma organização e dos seus respetivos impactos positivos e negativos, representando uma descrição do desempenho de sustentabilidade da organização. As diretrizes da GRI podem ser usadas por organizações de todos os tamanhos e setores, criando uma linguagem comum que possibilita aumentar a comparabilidade e a qualidade global das informações na prestação de contas por parte das organizações.

O Município de Torres Vedras procedeu à elaboração do primeiro Relatório de Sustentabilidade referente ao período entre 2010 e 2015 e, posteriormente, de modo a acompanhar a evolução do seu desempenho, publicou em 2020 o Relatório de Sustentabilidade do período entre 2016 a 2019.

A análise efetuada nos relatórios incluíu, dentro do possível, todos os serviços, edifícios e equipamentos geridos diretamente pelo Município de Torres Vedras, reportando-se tanto aos aspetos que demonstram um bom desempenho, como aqueles onde existem oportunidades de melhoria, permitindo:

  • Analisar e monitorizar o desempenho interno nas áreas económica, social e ambiental;
  • Sintetizar e disponibilizar informação da atividade do Município ao executivo, colaboradores e entidades externas;
  • Aumentar a consciência sobre as questões económicas, ambientais e sociais abordadas;
  • Identificar as áreas mais vulneráveis que deverão ser objeto de melhorias;
  • Promover uma melhoria contínua nos serviços prestados pelo Município;
  • Validar o compromisso do Município face aos valores sociais e ambientais

Os relatórios foram elaborados por uma entidade externa independente, de acordo com as orientações das Diretrizes de Elaboração de Relatórios de Sustentabilidade da GRI (GRI Standards), atenta a importância de prosseguir princípios de equilíbrio financeiro, de responsabilidade social e de qualidade ambiental, bem como de transmitir de uma forma transparente e simples o seu desempenho a todas as partes interessadas.

Documentos


voltar ao topo ↑