Torres Vedras

Agenda 21 Local

A Agenda 21 Local (A21L) foi um plano de carácter estratégico e operacional que teve como principal objetivo alcançar comunidades sustentáveis, ou seja, comunidades com uma economia local forte e viável; socialmente justas, inclusivas e em paz; eco-eficientes e com boa governação.

A A21L apelou à construção de uma visão integradora dos aspectos ambientais, sociais e económicos, assentando numa forte governação local participada entre todos os atores que intervêm no território (cidadãos, associações, empresas, administração local e central, etc.), procurando formar consensos e parcerias para a construção de uma estratégia de desenvolvimento local sustentável.

A grande mais-valia da A21L foi a forma como trabalhou e envolveu todos os atores locais, tanto na identificação dos principais desafios ao desenvolvimento, assim como na construção de visões de futuro partilhadas, e de soluções para lá chegar.

A implementação procurou a responsabilidade comparticipada e a formação de redes de parcerias. A sua filosofia era que os desafios são demasiado grandes para serem enfrentados só pela autarquia local, sendo necessário o envolvimento ativo de todos os atores da comunidade.

A Câmara Municipal de Torres Vedras respondeu ao desafio lançado pelas Nações Unidas na Conferência do Rio de Janeiro e na senda das boas práticas internacionais decidiu implementar a Agenda 21 Local e aderir aos Compromissos de Aalborg.


voltar ao topo ↑